Publicidade

Posts com a Tag Bruno Soares

domingo, 27 de setembro de 2009 Tênis Masculino | 17:02

110 anos.

Compartilhe: Twitter

O Clube Pinheiros festejou seus 110 anos de história em estilo este fim de semana. Entre as várias competições e celebrações, venceu ontem a Copa Brasil, batendo o Minas Tênis. Aqueles leitores que se animaram como o Antoniel e a Maysa, acabaram se divertido com as partidas apresentadas.

Como eu sempre digo, o tênis competitivo ao vivo é outro jogo. Não vou comentar cada uma das partidas, mas publico algumas fotos abaixo. Porém não resisto em fazer algumas outras observações. As duas primeiras partidas de simples foram ótimas e emocionantes. Nicolas Lapentti derrotando o paraguaio Ramon Delgado, em jogão de três sets. Deu para lembrar a categoria de ambos. Ricardo Hocevar bateu o mexicano Ramon Echeveria em um jogo onde a pancadaria correu solta. Para quem não lembra, o Ramon foi protagonista de um dos momentos mais densos do tênis profissional. Mais tarde, ainda hoje, farei um post a respeito.

Diferenciado mesmo foram as duplas que, apesar de equilibradas – Lapentti e Hocevar x Bruno Soares e Delgado – tiveram o mineirinho como o fator de desequilíbrio. Bruno é dos melhores duplistas do mundo atualmente e sua técnica é um prazer de acompanhar. Decidiu a partida com quatro lobs top spin de direita em momentos decisivos.

Depois de acompanhar a vitória pinheirense, ainda tive tempo para ir acompanhar a exposição de fotos do Cartier-Bresson no SESC de Pinheiros e encerrei a noite, de volta no Clube Pinheiros, com uma apresentação da Orquestra Bachiana Filarmônica, sob a regência do João Carlos Martins e seu convidado Arthur Moreira Lima. Foram do denso Beethoven ao levezinho Mozart. Para completar o fim de semana, um belo joguinho neste Domingo, sem nenhum sinal das minhas dores lombares, um clássico no Morumbi e seja lá o que mais der para encaixar.

Abaixo: João “Feijão” Souza, que venceu a partida decisiva, Nicolas Lapentti que ficou no Rio após a Davis até vir para S. Paulo defender o Pinheiros, Bruno Soares, de bem com a vida e com todos, o simpático Ramon Delgado que deve abandonar as competições no fim de ano, o campeão de RG Andres Gomez e seu filho, que joga um evento esta semana em Itu, e o blogueiro PC com Flavio Saretta, finalmente de bem com a vida e agora tomando conta do tênis palmeirense.

DSC02674

DSC02649

DSC02669 DSC02671 DSC02661 DSC02667

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 25 de setembro de 2009 Tênis Masculino | 16:59

Troféu Brasil

Compartilhe: Twitter

Hoje fui jogar um pouco mais cedo do que o normal para aproveitar e acompanhar um pouco os jogos da Troféu Brasil, reunindo o Clube Pinheiros, o Minas Tênis Clube, o Clube Paulistano e o Praia Clube de Uberlândia.

Eu acho o evento ótimo, bem bolado e ainda não tão bem divulgado como merece e deveria. Tem o mesmo formato da Copa Davis, quatro simples e uma dupla, só que jogado em três sets, sendo o ultimo um tie-braicão. Hoje foram as semifinais, vitórias do Minas e do Pinheiros, e a final será amanhã às 10h. Entre os tenistas presentes, o carrasco Lapentti, Bruno Soares, Ramon Delgado, Pablo Albano, Pedro Braga, Ricardo Hocevar e outros inclusive alguns bem jovens.

Ontem fui convidado, de ultima hora, para um jantar de confraternização com tenistas e dirigentes, também no Pinheiros. Ali tive a oportunidade de jogar conversa fora com o equatoriano Andres Gomez, para quem não sabe campeão de Roland Garros para cima do Agassi. Ficamos lembrando confrontos anteriores de Copa Davis entre Brasil e Equador. Ele quis jogar um “jaguaré” para cima de mim, dizendo que na história dele estava 2×2 e eu retruquei que nada disso, mané: na nossa história estava 2×0 e não era para ele. Na outras vezes que ele venceu eu não estava presente.

Como capitão, enfrentei o Equador de Gomez, que foi Top 10 durante uns dez anos, em duas ocasiões. A primeira em 1979, no Equador, quando ele tinha uns 19 anos, e já era um baita tenista. Depois em 1987, em São Paulo, ele já Top 10, pouco antes de vencer RG, em um memorável confronto nas quadras do Clube Harmonia. Era uma época em que não perdíamos em casa para qualquer um. Aliás, para quem não sabe (atenção para o jabá pessoal) fiquei invicto como capitão jogando em casa durante 11 anos – fomos perder a invencibilidade para os EUA de Courier, Malivai Washington e a então dupla #1 do mundo O’Brian e Renemberg, que foi derrotada por Kuerten e Oncins.

Para os leitores que estão em São Paulo e querem um bom programa neste sabadão, compareçam no Clube Pinheiros, na portaria da Faria Lima, próximo ao Shopping Iguatemi, a partir das 10h. Vocês vão poder não só ver, entre outros, o Lapentti de perto, como também o Bruno Soares, que está em outra dimensão como duplista, e me contou que após esta semana embarca para a Ásia, e depois para a Europa, onde vai lutar até o fim da temporada para se classificar para o Masters.

bruno e daniel Daniel e Bruno Soares carregando os amigos. O Bocão é o primeiro no trenó.

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última