Publicidade

domingo, 14 de julho de 2013 Tênis Feminino | 19:03

Agenda russa

Compartilhe: Twitter

Há supresas e surpresas. Maria Sharapova e Jimmy Connors não é exatamente um casal – nem dentro nem fora das quadras. Bem. Podemos pensar asssim, mas a russa não. Como eu escrevi aqui, a Maria deu um pé nos fundilhos do low profile Hogstead e já tinha outro no quarto ao lado. Ontem, ela anuciou Jimmy Connors, uma legenda do tênis americano e nunca uma flor que se cheire sem perigos.

Os dois já haviam trabalhado juntos, brevemente, na pré-temporada de 2008, quando a russa venceu o Aberto da Austrália – ultimo Grand Slam conquistado antes de sua contusão no ombro.

Ela, e seu pai, o Yuri, gostaram do trabalho de Connors, mas não se acertaram nos detalhes com o tenista; mais precisamente na grana e semanas de compromisso. Como a loira ganha um dinheirão fora das quadras, mais do que qualquer outra e só comparável com Federer, imagino que desta vez se acertaram sem maiores delongas. A realidade é que um ano de trabalho de um bom técnico é pago com uma boa semana de trabalho de uma pupila da envergadura de Sharapova. O problema é que tenista é mão de vaca.

O vexame de Wimbledon – a derrota para a baixinha gemedora portuguesa – sobrou para o sueco. Essa é a zona de conforto do tenista: perdi, a culpa é do técnico. Sei lá, talvez ele não tenha feito um scouting sério sobre a rapariga e deixado a pupila em um voo cego; mas isso é só um chute. O que eu não acredito é que o sueco deixou de “poder viajar” logo após Wimbledon. Eu até diria que há uma boa chance que ele em breve embarque em uma viagem sobre a deslumbrante ponte de Oresung, entre Malmo e Copenhagen.

Enquanto isso, Connors chega com uma única agenda ao reino de Sharapova. Ensinar a moça como bater seu impiedoso algoz Serena Williams. As outras tenistas ela vem dominando e acidentes como Wimbledon só comprovam a regra. Mas a americana ganha dela no seu próprio estilo da pancadaria, cara feia e grunhidos quando necessários. Como Connors era um mestre da intimidação, seus conselhos vão soar como árias bachianas aos ouvidos da musa thaicovskiana.

connors

Autor: Tags: , ,