Publicidade

quinta-feira, 7 de junho de 2012 Tênis Feminino | 15:36

très intéssant ?

Compartilhe: Twitter

A segunda semifinal feminina não aconteceu. Petra Kvitova esqueceu seu jogo em algum lugar entre o hotel e o vestiário e Maria Sharapova teve somente que usar sua experiencia para levar a partida só na maciota.

Kvitova depende muito dos alinhamentos galáticos dos planetas e de seus neuronios para que seu jogose acerte. Contra tenistas mais fracos até que funciona, e nem sempre funciona, contra uma cavala que soca tudo que ve pela frente, e acerta, com alguns GS na sua Louis Vuitton e golpes extravasando confiança a tarefa fica mais difícil. Não dá nem para comentar muito.

A final entre Sharapova e Errani será très intéressant por uma única razão. Pode uma bolonhesa de 1.64 de altura, com as pernas curtas, grossas e fortes de tanto correr, olhos azuis e lindos que destoam do resto, baloeira na “úrtima”, um segundo saque de dar dó, que deve ser a porta da felicidade da adversária, bater uma égua de raça e canelas finas, de 1.88m, intimidante pela atitude, força e currículo, extremamente confiante e combativa, duas qualidades por si avassaladoras, com golpes penetrantes que já não são mais as de uma desvairada sem nada a perder e sim de uma tenista que sabe distinguir a audácia da insensatez, e que vem jogando o melhor tênis do circuito há alguns meses?

Autor: Tags: ,